Arquivos do Blog

Após brigas, panicat Nicole Bahls pode ser demitida

Não é só no “CQC”, da Band, que a coisa anda feia. O “Pânico na TV” também passa por um momento de turbulência interna e estuda demitir a panicat Nicole Bahls. Há meses, ela e Juju Salimeni andam trocando farpas no Twitter.

Elas já haviam sido penalizadas com a suspensão em um programa em julho, mas voltaram a se provocar e receberam nova punição: agora, de duas semanas. Anteontem, elas não estiveram no palco da Rede TV!.

Nos bastidores, comenta-se que Nicole não se dá bem com boa parte da equipe e vive criando problemas. Mais simpática, Juju Salimeni deve retornar ao “Pânico”. Procuradas, ambas não responderam às ligações.

Com informações do site F5

Anúncios

Consolidados completos (12/07)

Bom Dia Brasil 9
Mais Você 7
Bem Estar 8
TV Globinho 7
Vídeo Show 12
O Clone 17
Malhação 22
Cordel Encantado 27
Morde e Assopra 30
Insensato Coração 43
Tela Quente: Indiana Jones 24
Jornal da Globo 13

Fala Brasil 8
Hoje em Dia 6
E aí Doutor 5
Tudo a Ver 4
Cidade Alerta 8
Jornal da Record 10
Rebelde 11
CSI: NY 6
Vidas em Jogo 11
Show do Tom 8

Bom Dia & Cia 6
As Visões da Raven 7
Chapolin 6
Chaves 6
Amigas e Rivais 5
Cristal 4
Uma Rosa com Amor 4
Casos de Família 6
Chaves 7
SBT Brasil 5
Qual é o Seu Talento 7
Programa do Ratinho 7
Amor e Revolução 4
Topa ou Não Topa 3

Power Rangers 3
Manuel de Sobrevivência Escolar 3
Futurama 4
Vídeo News 2
Brasil Urgente 3
Jornal da Band 3
CQC 6
Claquete 1

TV Fama 3
Dexter 1
Aconteceu 2

@TVpornumeros

Ex-dançarina do Pânico avisa: “Ser Panicat é passageiro”

Tânia Oliveira disse que é fundamental fazer uma faculdade e não se deslumbrar com a quantidade de seguidores no Twitter

Ex-dançarina do Pânico avisa: “Ser Panicat é passageiro” - Divulgação

Tânia Oliveira foi uma das primeiras assistentes de palco do programa Pânico na TV, da RedeTV!. Integrando o humorístico de março de 2005 a outubro de 2008, a bela revela, em entrevista para O Fuxico, que na sua época o mundo das panicats era diferente de hoje, desde o corpo das meninas, até o salário que recebem na atração:

“Na minha época era um perfil diferente do programa. As meninas eram menorezinhas, com o corpo mais sequinho, era diferente. Eu não sei como está o panorama hoje em dia, mas na minha época não tinha muito evento para a gente ir. A maior parte do meu sustento veio do cachê da Playboy, na qual fui capa. Negociei uma boa grana, mas tinha que pagar a faculdade, acabar de pagar meu primeiro carro. Na minha época, a única que tinha contrato era a Sabrina Sato. Eu recebia um cachê pequeno, semanal. Todo o tempo do Pânico sobrevivi do cachê da Playboy, porque eu soube administrar direitinho. Mas sou extremamente grata ao programa”, revela.

Atualmente, a atração é marcada por supostas brigas entre as panicats, como a de Nicole Bahal e Juju Salimeni. Tânia garante que na sua época não existiam essas rixas e, se existiam, ela nunca soube de nada:

“A gente nunca teve problemas, nunca tivemos nada de briga. Algumas pessoas, a gente tinha mais afinidade, mas isso é normal em todos os ambientes de trabalho. Umas eram mais próximas, mas o clima super tranquilo, nunca tive problemas com nenhuma delas. Outra coisa que sempre rolou foi o respeito. Comigo nunca aconteceu nenhum tipo de cantada e também nunca vi acontecer de nenhuma menina lá passar por isso. O Pânico tem esse perfil de brincadeira, de zoação, mas todos sempre tiveram muito respeito, sempre foi tudo muito tranquilo”, esclarece.

Mas a rotina de uma Panicat não é das mais fáceis. Horas de malhação, ida a eventos e uma multidão de fãs pelas ruas. Para Tania, é preciso tomar cuidado com essa experiência, pois as meninas podem se deslumbrar e este posto é passageiro, se não tiver uma base sólida para lidar com o assédio dos fãs e da imprensa:

“Participar do Pânico foi um salto bacana na minha carreira, mas é importante não se acomodar. Ser panicat é passageiro, não é um posto para o resto da vida. É incrível ser da família do Pânico na TV, é uma fase boa, mas que passa rápido. Isso nunca me preocupou, porque sempre batalhei e fui estudar. Fiz faculdade de educação física, cursos de atriz no Wolf Maia, cursos no Senac. Sei que é difícil estudar e trabalhar quando não tem uma rotina definida, mas isso é o que mantém uma pessoa”, comenta ela, que completa ressaltando a importância da humildade na carreira:

“Meu conselho para quem quer ser uma panicat é que precisa se cuidar. Hoje em dia eles dão muita prioridade ao corpão. Tem que ter também um plano B, caso a carreira não dê certo. É fundamental ter os pés no chão, é essencial fazer uma faculdade. É um esforço que vale a pena, não se deixar iludir por isso, pelos milhões de seguidores no Twitter. Ser muito humilde e sempre querer mais, visando o crescimento profissional, algo de diferencial na carreira é muito importante.”

Mas ser panicat nunca foi uma aspiração na vida da beldade. Tânia diz que aconteceu sem querer, pensou que faria apenas uma participação e acabou ficando pelo período de quatro anos.

“Acabou acontecendo isso na minha vida. Foi meio que por acaso, fui fazer um teste, era pra ser só uma brincadeira, nem sabia muito bem o que era aquilo aí fiquei por quatro anos no Pânico”.

Apesar de ter se desligado do humorístico há quase três anos, Tânia ainda recebe muitos pedidos de ajuda estética de suas fãs mulheres, que têm curiosidade em descobrir como ela faz para ficar com a forma sempre em dia:

“Tinha muita mulher que entrava em contato, na época usava muito Orkut. Elas perguntavam o que eu fazia com o cabelo, pedia dicas de franjinhas e cortes. Eu fiquei muito surpresa com esse contato do público feminino. Como estamos acessíveis pelo mundo virtual, fica fácil ter esse contato com elas. É bom poder compartilhar experiências. Muitas ainda me perguntam sobre dúvidas de silicone, todo dias recebo pedidos de pessoas para eu indicar um médico de confiança. Eu procuro não esconder nada sobre esse assunto, porque a gente serve de exemplo pra essa mulherada toda. É bom expor esse prós e contras”.

Já que o assunto é Panicat e Tania revelou que garantiu seu sustento no programa com o dinheiro que ganhou em seu ensaio nu para a Playboy, O Fuxico quis saber se ela aceita posar novamente para a revista. Tania informou que, se tivesse a mesma liberdade de escolha no material, não teria motivos para recusar:

“Quando eu fiz a playboy foi tudo do jeito que eu queria. Tinha um fotógrafo gente boa, tive muitas regalias, tudo que eu fiz ali eu gostei, por um valor que me valeu a pena. Se fosse nessas mesmas condições, eu faria de novo. Agora, se eu não tivesse essa liberdade toda, não sei se faria. Mas não digo que nunca mais faria, não tenho do que me queixar”, conclui.

Após sair do Pânico na TV, Tania Oliveira comandou o Interligado, também na RedeTV!.

 O Fuxico

Morre o ex-desembargador Horácio Pithan em São Paulo

foto

O desembargador aposentado Horácio Pithan morreu ontem em São Paulo, aos 70 anos, onde estava internado para tratamento no Hospital Beneficência Portuguesa. Ele estava internado há cerca de um mês com problemas renais.

Segundo informações de parentes e amigos, ele expressou a mulher a vontade de ser velado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS), onde foi presidente em 1994. O horário ainda não foi definido. 

Segundo o site do TJ/MS, o e-desembargador é formado em 1979 pela antiga Faculdade Unidas Católicas de Mato Grosso (FUCMAT), Horácio Vanderlei Nascimento Pithan era pós-graduado em Direito Civil e Direito Processual Civil. Campo-grandense, admirado e respeitado por onde passou, o Des. Pithan começou sua vida funcional como assessor do Des. Nelson Mendes Fontoura, em 1983, depois de ter sido diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Superintendente do Pessoal Civil do Estado de MS.

Foi professor universitário na área de Direito Civil por mais de 20 anos. Em março de 2000, Horácio Vanderlei Nascimento Pithan teve sua carreira coroada e tomou posse no Tribunal de Justiça de MS na vaga reservada à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O desembargador aposentou-se, a pedido, no mês de julho de 2007.

Correio do Estado

Ex-vereador de Sonora morre em acidente na BR-163; 9 ficam feridos

foto
Foto: PC de Souza/Edição de Notícias
Acidente envolveu três camionetas na madrugada de hoje

O ex-vereador de Sonora, Orlando Introvini Milani, 66 anos, morreu na manhã desta terça-feira (12) no Hospital Regional Álvaro Fontoura, em Coxim. Ele ficou gravemente ferido no acidente ocorrido nesta madrugada no quilômetro 787 da BR-163, entre Pedro Gomes e Sonora.

Milani conduzia uma Mitsubishi, de placas HSH-2109 da prefeitura de Sonora, que colidiu de frente com uma Ford F-250, placas ALL-0250 de Araucária (PR). O ex-vereador ficou preso nas ferragens e sofreu graves ferimentos. O Corpo de Bombeiros levou cerca de duas horas para tirá-lo das ferragens.

No HR, Milani deu entrada com ferimentos graves no braço esquerdo, possível fratura na clavícula e fortes dores no peito. Informação extra-oficial aponta uma parada cardíaca como causa morte. O corpo deve ser levado para Sonora. O ex-vereador era motorista do prefeito Zelir Antônio Maggioni, o Mano, do PMDB.

Acidente

Nove pessoas ficaram feridas, sendo três em estado grave, no acidente ocorrido no quilômetro 787 da BR-163, entre Pedro Gomes e Sonora. Segundo informações colhidas no local a camionete oficial da prefeitura de Sonora, modelo Mitsubishi, de placas HSH-2109 Sonora, tentou uma ultrapassagem em local proibido e colidiu de frente com outra camionete.

O veículo oficial da prefeitura era conduzido porá Orlando Introvini Milani, 66 anos, e tinha com passageiros José Oliveira Renato Sampaio, 18 anos, e Jair Cassiano Teixeira, 35 anos. 

Na outra camionete, uma Ford F-250, placas ALL-0250 de Araucária (PR), estavam o motorista, Oldair Petry e Noroaldo Bosca. O motorista também sofreu ferimentos graves na perna esquerda. Já o estado do passageiro também inspira cuidados. Os dois foram levados para o Hospital Municipal de Sonora.

Outra Mitsubishi, de placas ASA-5031 de Entre Rios do Oeste (PR), acabou colidindo na lateral da F-250 e tombou. Na terceira camionete, além do motorista Roberto Biagi, de 68 anos, estavam Romário Backs, 57 anos, Valdir Neitzke, 50 anos, e Edison Luiz Santana, 52 anos. Apesar do susto, todos sofreram ferimentos leves.

Os ocupantes das duas camionetes citadas por último são amigos. Eles seguiam para uma pescaria no Mato Grosso.

(com informações do Edição de Notícias de Coxim)

TOP 5: 04 A 10/07

:globo:

INSENSATO CORAÇÃO 40
JORNAL NACIONAL 34
TAPAS E BEIJOS 31
MORDE E ASSOPRA 31
TELA QUENTE 29

:record:

DOMINGO ESPETACULAR 13
PROGRAMA DO GUGU 12
VIDAS EM JOGO 11
REBELDE 10
REPÓRTER RECORD 10

:sbt:

PROGRAMA SILVIO SANTOS 11
QUAL É O SEU TALENTO 10
A PRAÇA É NOSSA 9
RODA A RODA JEQUITI 9
CINE ESPETACULAR 8

:band:

POLÍCIA 24H 7
CAMPEONATO BRASLEIRO 6
A LIGA 6
BAND ESPORTE CLUBE 6
COPA MUNDO FEMININO 6

PÂNICO NA TV! 9
DR. HOLLYWOOD 6
PÂNICO NA TV! – REPRISE 5
MEGA SENHA 4
HEBE 3

@tvpornumeros

 

Consolidados RJ 10/07

Domingo Rio de Janeiro

:band:
Futebol FEM – 8 pico 13 Líder por mais de uma hora, Vice na média

:record:
Tudo é Possível – 6 pico 9 Quarto
Gugu – 9 pico 12 Terceiro
Domingo Espetacular – 10 pico 12 Terceiro

:globo:
Didi – 6 pico 7 Terceiro
Faustão – 18 pico 20
Fantástico – 19 pico 23

:sbt:
Domingo Legal – 6 pico 8 Terceiro
Eliana – 10 pico 14 Vice
PSS – 12 pico 16 Vice
Gabi – 8 pico 11 Vice

Confrontos da Eliana
Eliana 8.5 x 7 Ana
Eliana 11 x 8 Gugu

Natelinha

Elenco de “Vidas em Jogo” se destaca por profissionalismo

“Vidas em Jogo”, da Record, tem se destacado, além de outros fatores, pelo bom trabalho do elenco.

Já se falou da Simone Spoladore, mas também é excelente a atuação da Beth Goulart(foto aciima), no papel da empresária Regina. Está, certamente, entre os seus melhores desempenhos na televisão.

ADTV
%d blogueiros gostam disto: