Arquivos do Blog

“CHACINA DO REALENGO”Última atualização em perfil falso de Bolsonaro foi feito quando atirador de Realengo já estava morto

 O perfil falso no Orkut e sua última atualização / Foto: Reprodução

Guilherme Amado

Aí está a prova de que o perfil falso no Orkut em nome do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) não foi feito por Wellington Menezes de Oliveira: a última atualização foi feita nesta quinta-feira, dia 7, às 14h40m, quando o atirador já estava morto. Titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), a delegada Helen Sandenberg diz que não vê necessidade de abrir uma investigação sobre o perfil:

– Na comunidade “No escuro” há várias mensagens de ameaças como uma explosão da Torre Eiffel. Não vejo que seja necessário investigar já que não há elementos suficientes no post do perfil falso do Bolsonaro.

Postagens do dia 31 de março Postagens do dia 31 de março / Foto: Reprodução

Anúncios

Cobertura da tragédia em escola do Rio faz audiência da Globo subir

A audiência da TV Globo cresceu cerca de dois pontos hoje durante a cobertura da chacina que aconteceu em uma escola pública em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Segundo dados prévios do Ibope na cidade de São Paulo, entre 10h da manhã e 2h da tarde a Globo marcou 10,8 pontos no Ibope, contra 5,9 da Record, 5,4 do SBT e 0,9 da RedeTV!.

Comparado ao mesmo horário nas duas semanas anteriores, a Globo hoje cresceu cerca de 2 pontos durante a cobertura jornalística. Enquanto isso, as demais emissoras mantiveram-se com os mesmos números. Cada ponto no Ibope equivale a 58 mil domicílios na cidade de São Paulo.

Pronto, Falei!

FOTOS: Massacre na escola Escola Municipal Tasso da Silveira no Realengo RJ

“CHACINA EM ESCOLA NO RJ” Secretário de Saúde do Rio confirma 13 mortes em tiroteio em escola

PLANTÃO

 

O secretário de Saúde do Rio, Sérgio Côrtes, confirmou que 13 pessoas morreram no ataque a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, nesta quinta-feira (7). Segundo a polícia, o atirador está incluído no total de mortos. Ao todo, já são 22 pessoas feridas.

O atirador foi identificado pela polícia como Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos. Segundo a Polícia Militar, ele era ex-aluno da escola.

De acordo com o coronel da polícia Djalma Beltrami, Wellington deixou uma carta, segundo ele, com inscrições complicadas, no local. “Ele tinha a determinação de se suicidar depois da tragédia”, contou Beltrami. A carta foi entregue a agentes da Divisão de Homicídios.

Conhecido na escola por ser ex-aluno, ele teria entrado sob alegação de que iria fazer uma palestra. Segundo a polícia ele usou dois revólveres, que chegou a recarregar várias vezes.

Segundo a polícia,  uma equipe da Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV) passava próximo ao local e foi à escola depois de ver crianças correndo pela rua.

“O cara entrou, foi para o terceiro andar e começou a atirar. As crianças disseram que foi pai de aluno. Vimos muitas crianças carregadas, desacordadas, baleadas”, disse uma funcionária da escola, que preferiu não se identificar.

“Começamos a ouvir tiros. Com o eco, parecia que uma coisa estava desabando. Todo mundo correu. Depois, a professora chegou dizendo que o cara chegou atirando em uma sala. Foi um desespero”, afirmou ela.

A subsecretária municipal de Educação do Rio, Helena Bomeny, está a caminho do local. No Twitter, a secretária municipal da Educação do Rio de Janeiro, Claudia Costin, afirmou: “Estou pegando o primeiro avião de volta. Desmarquei a palestra de hoje e não vou ver minha neta.” Segundo o twitter da secretaria, ela está em Washington, nos Estados Unidos.

Informações do G1

%d blogueiros gostam disto: