Arquivos do Blog

“Joia Rara” é o novo título da substituta de “Flor do Caribe”


Bruno Gagliasso, o protagonista de “Joia Rara”. Foto: Divulgação
A Globo alterou o título da próxima novela da dupla Thelma Guedes e Duca Rachid. Antes anunciada de “O Pequeno Buda”, a trama passa a ser divulgada com o título de “Joia Rara”.

As gravações da trama, que terá Bruno Gagliasso, Mariana Ximenes e Nathália Dill como protagonistas, começam em abril, em locações no Nepal e em Butão. A direção-geral é de Amora Mautner.

O Planeta TV

Gianecchini voltará a telinha no remake ‘Guerra dos Sexos’

Depois de de submeter a um auto transplante dia 12 devido a um câncer o ator Reinaldo Gianecchini voltará ao trabalho em Junho.

O ator esta no Remake de A Guerra dos Sexos e contracenará com Mariana Ximenes que foi seu par romântico em Passione.

A Juliana (Mariana Ximenes) será apaixonada por Fábio (Márcio Garcia) e Nado (Reynaldo Gianecchini) é cobiçado por Roberta (Glória Pires). Como você vê, é um quarteto que promete! As gravações começam em junho, em São Paulo, onde se passa a história”, adiantou o autor do folhetim, Silvio de Abreu.

Reynaldo Gianecchini estará no remake de

Band Entretenimento

Mariana Ximenes pode viver Joelma, do Calypso, no cinema

O filme que conta a história da banda Calypso, que já está nos primeiros acertos, pode ter Mariana Ximenes fazendo o papel da cantora Joelma. É o que afirma o jornal Extra. A atriz já está acertando detalhes com a produção, que quer também Daniel de Oliveira para fazer o papel do guitarrista Chimbinha, mas o grande número de convites que o ator já teve para o cinema em 2012 está demorando a que sejam feitas as combinações.

O filme tem direção de Caco Souza (400 conta 1). Em comunicado lançado em novembro, Caco disse que o filme já estava atraindo a atenção de patrocinadores – pela história de perseverança da dupla e da dinâmica do grupo. A produção aposta até em sucesso internacional, uma vez que o Calypso tem feito shows lá fora e foi recentemente para Angola. Chimbinha aposta até numa linha ligada à sustentabilidade para o longa – especialmente no que diz respeito a mostrar a Floresta Amazônica e sua biodiversidade.  “Eu sou da ilha do Marajó e Joelma, do baixo Amazonas. São diferentes regiões do estado do Pará, mas que estão integradas num contexto amazônico. Um bioma que abriga terra, água, bichos, plantas e gente, no qual todos deveriam conviver em paz e perfeita harmonia – o que não vem acontecendo por conta de intervenções humanas equivocadas”, apontou Chimbinha.

Caco afirmou também que as filmagens começam no segundo semestre do ano e o filme deve estar nas salas de exibição até meados de 2013.

%d blogueiros gostam disto: