Arquivos do Blog

BBB12 terá 4 homossexuais no elenco – três são mulheres

Minas Gerais domina a escalação do Big Brother Brasil 12. O estado tem quatro participantes, contra dois de Goiás, dois do Rio de Janeiro e dois do Rio Grande do Sul, os outros estados com maior presença no reality show global este ano. São Paulo e Bahia têm, cada um, um candidato a celebridade instantânea.

No geral, a média de idade do elenco é de 28 anos. Com isso, o reality reforça a sua aposta em gente nova e sarada – além de gays. Em conversa com tuiteiros, o diretor do programa, Boninho, disse que o BBB12 teria quatro homossexuais, três deles mulheres. A empresária Fernanda Girão, de 29 anos, é uma delas. Assumida, já namorou Nise Palhares, concorrente do Ídolos, da Record, em 2010.

A arte-educadora paulista Mayara, 23, pode fazer parte do time. Às vésperas do ano novo, ela tuitou que queria “pegar 501 mulheres” ainda em 2011.

Entre os homens, se for de fato o único, o gay é o mineiro João Carvalho, 46, dono de uma loja de roupas em Belo Horizonte.

Os doze candidatos à fama instantânea estão confinados em um hotel no Rio de Janeiro à espera da 12ª edição do Big Brother Brasil, que tem início na próxima terça-feira, na Globo. Além do sobrenome ex-BBB, eles vão disputar o prêmio principal de 1,5 milhão de reais. O segundo colocado leva 150.000 reais e o terceiro, 50.000 reais.

 Veja Online

Quem viver, verá – Gays bombando no BBB 12

O BBB 12 (Big Brother Brasil 12) promete causar, pois Boninho, o diretor do BBB, pretende colocar 2 homossexuais neste reality show, que estreará em Janeiro, o diretor do BBB diz que eles precisam ser bombados e ter gostos parecidos, pois ele quer fazer que os dois homossexuais engatem um romance.

Silas Malafaia critica Record por não noticiar evento religioso

Silas Malafaia critica Record por não noticiar evento religioso

Pastor Silas Malafaia em um evento religiosa da igreja dele

O clima esquentou nesta quinta-feira (02). Um grupo de líderes religiosos entregou ao presidente do Senado um abaixo-assinado com mais de um milhão de assinaturas contra o Projeto de Lei que aumenta a pena para quem discrimina homossexuais. O pastor Silas Malafaia, dono da Igreja Mundial, atuou como porta-voz do grupo.

Todas as emissoras noticiaram o fato, menos a Record que, coincidentemente, tem em seu dono o fundador de outra igreja, a Universal do Reino de Deus. Em seu polêmico “twitter”, Malafaia ironizou, dizendo: Parabéns a Rede Globo, Band, SBT, RedeTV, CNT e Rede Boas Novas, pela reportagem que fizeram do evento.

E para quem achava que o mesmo ficaria com idiretas, ele foi ao pote: “E a TV Record? Essa emissora comprada com o dinheiro do povo de Deus está mais a serviço da causa homossexual do que do Reino de Deus”.

Em outra mensagem, o pastor manda um recado para o dono da emissora da Barra Funda: “Que vergonha, Bispo Edir Macedo”.

%d blogueiros gostam disto: