Arquivos do Blog

Marcelo Tas terá programa com crianças na Band

Marcelo Tas deverá ter um programa com crianças nas tardes da  Band a partir de março.  A assessoria de imprensa da emissora diz que a atração não tem formato pronto nem data para estrear.  No entanto, a “rádio” dos corredores do canal diz que a atração terá crianças, mas não será necessariamente infantil. 

Para entender, basta assistir ao “Plantão do Tas”, do Cartoon Network. O programa, que dura poucos minutos e aparece esporadicamente na grade da emissora, tem repórteres mirins que brincam com notícias nem sempre verdadeiras. Ele é uma produção da Cuatro Cabezas, produtora responsável pelos maiores sucessos da Band (como o “CQC” , “A Liga” e “Mulheres Ricas”). A nova atração de Tas será bem parecida com a da Cartoon. O blog tentou falar com o apresentador, mas ele está viajando e só deverá voltar no mês que vem.

Yahoo

Shakira Vai com Xuxa Visitar Creche em Favela.

Marcelo Dutra e Ricardo Leal/Photo Rio News

Xuxa e Shakira pararam a Cidade de Deus na tarde de sexta-feira, 30. Shakira, que se apresenta noite de Sexta noRock in Rio, e a apresentadora Xuxa foram aguardadas ansiosamente pelo público. Elas se encontraram com a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, para fechar uma parceria para a promoção da educação e dos direitos de crianças e adolescentes na América Latina – junto com o governo federal, as instituições mantidas por cada uma das artistas vai capacitar os profissionais para trabalhar nas creches. Shakira e Xuxa ainda dançaram dançaram “Ilariê” com as crianças de uma creche da comunidade.

Atirador foi à escola uma semana antes do ataque, diz diretor

Ele pediu histórico escolar, que seria entregue na quinta, data do tiroteio.
Diretor de escola na Zona Oeste do Rio deu entrevista exclusiva ao G1.

Tahiane Stochero Do G1 RJ

Diretor de escola em Realengo (Foto: Tahiane Stochero/G1)Diretor Luiz Marduk, da escola em Realengo
(Foto: Tahiane Stochero/G1)

O diretor da Escola Municipal Tasso da Silveira, Luiz Marduk, de 55 anos, diz que o assassino Wellington Menezes de Oliveira esteve no colégio uma semana antes do ataque que deixou 12 crianças mortas pedindo a segunda via do histórico escolar. A secretaria marcou para esta quinta-feira (7), o dia do ataque, a entrega do documento. Marduk conversou com exclusividade com o G1 dentro da escola onde houve o ataque.

“Ele veio na semana passada aqui na escola e pediu na secretaria a segunda via do histórico escolar. Naquele dia, ele perguntou se a professora Dorotéia ainda estava na sala de leitura. Os funcionários confirmaram. Ontem, quando ele chegou aqui, pegou o documento e perguntou se podia ir à sala de leitura falar com a Doróteia. Foi tudo planejado, premeditado, e ele usou as informações que obteve para se aproveitar para colocar a sua maluquice em prática”, disse Marduk.

“A Doróteia contou que ele chegou e falou normalmente com ela, não parecia drogado, nem alcoolizado. Ela perguntou se ele iria fazer uma palestra para os alunos, pois temos uma semana em que ex-alunos que tiveram sucesso vêm aqui contar suas experiências de vida, denominada na escola de “prata da casa”. Ele respondeu para ela que não, mas ficou com a informação”, disse o diretor.

“CHACINA DO REALENGO” Familiares dão adeus às vítimas, no Rio

Noticias do G1

Enterros começaram no fim da manhã desta sexta-feira (8).
No Jardim da Saudade, avó de vítima passou mal e precisou ser socorrida

Começaram a ser enterrados, no fim da manhã desta sexta-feira (8) os corpos de crianças mortas pelo atirador Wellington Menezes de Oliveira na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio.

No cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, a avó de Larissa dos Santos Atanásio passou mal e precisou ser socorrida. Os parentes se despediram da menina com cânticos. As cerimônias foram marcadas por muita emoção.

No cemitério do Murundu, em Realengo, o padrinho de Laryssa Silva Martins se emocionou: “Ela era uma menina tranqüila, meiga e amada e que pretendia ser marinheira. O sonho dela era ganhar dinheiro para ajudar o pai, que é aposentado. Uma pessoa não pode sair por aí airando em crianças. Os tiros que ele deu atingiram todo mundo.”

O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, foi até o enterro no cemitério. “Trata-se de um ato de uma pessoa fora das suas faculdades mentais. Foi um ato isolado, e as perícias e depoimentos estão mostrando isso. Foi uma ação de uma pessoas doente e que infelizmente acarretou nesse episódio. Qualquer tipo de diagnostico ou avaliação é muito pequeno perante a dor e a monstruosidade desse ato. Esse foi um episódio que envolveu uma pessoa insana o que dificultou fazermos algo relacionado a policiamento. ”

O prefeito Eduardo Paes também esteve nos cemitérios do Murundu e em Sulacap, ambos na Zona Oeste, cumprimentar os familiares das vítimas. “Vim aqui para dar um abraço nas famílias. É uma tragédia que abalou toda a cidade. Está todo mundo muito consternado com o que aconteceu. O que a gente pode fazer agora é tentar dar algum carinho e um abraço, como pai e carioca. Eram crianças que buscavam seu futuro numa escola e diante de um ato brutal tiveram suas vidas tiradas. Nada vai reparar a perda que eles tiveram”, disse o prefeito.

“CHACINA NO RJ” Em carta atirador pede perdão a “Deus” leia alguns trechos

Thamine Leta Do G1 RJ                                                  

Na carta encontrada com o atirador que abriu fogo dentro da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, na manhã desta quinta-feira (7), Wellington Menezes de Oliveira fala de questões religiosas e dá indícios de que o ataque foi premeditado, além de pedir perdão pelo crime. 11 crianças morreram e 13 estão feridas, sendo que quatro em estado grave.

Leia trechos da carta:
“Primeiramente deverão saber que os impuros não poderão me tocar sem luvas, somente os castos ou os que perderam suas castidades após o casamento e não se envolveram em adultério poderão me tocar sem usar luvas, ou seja, nenhum fornicador ou adúltero poderá ter um contato direto comigo, nem nada que seja impuro poderá tocar em meu sangue, nenhum impuro pode ter contato direto com um virgem sem sua permissão, os que cuidarem de meu sepultamento deverão retirar toda a minha vestimenta, me banhar, me secar e me envolver totalmente despido em um lençol branco que está neste prédio, em uma bolsa que deixei na primeira sala do primeiro andar, após me envolverem neste lençol poderão me colocar em meu caixão. Se possível, quero ser sepultado ao lado da sepultura onde minha mãe dorme. Minha mãe se chama Dicéa Menezes de Oliveira e está sepultada no cemitério Murundu. Preciso de visita de um fiel seguidor de Dues em minha sepultura pelo menos uma vez, preciso que ele ore diante de minha sepultura pedindo o perdão de Deus pelo o que eu fiz rogando para que na sua vinda Jesus me desperte do sono da morte para a vida.”

“Eu deixei uma casa em Sepetiba da qual nenhum familiar precisa, existem instituições pobres, financiadas por pessoas generosas que cuidam de animais abandonados, eu quero que esse espaço onde eu passei meus últimos meses seja doado a uma dessas instituições, pois os animais são seres muito desprezados e precisam muito mais de proteção e carinho do que os seres humanos que possuem a vantagem de poder se comunicar, trabalhar para se alimentarem, por isso, os que se apropriarem de minha casa, eu pelo por favor que tenham bom senso e cumpram o meu pedido, por cumprindo o meu pedido, automaticamente estarão cumprindo a vontade dos pais que desejavam passar esse imóvel para meu nome e todos sabem disso, senão cumprirem meu pedido, automaticamente estarão desrespeitando a vontade dos pais, o que prova que vocês não tem nenhuma consideração pelos nossos pais que já dormem, eu acredito que todos vocês tenham alguma consideração pelos nossos pais, provem isso fazendo o que eu pedi.”

“CHACINA NO RJ” Mídia internacional repercute tiroteio em escola no Rio

Do G1, em São Paulo

Reportagem do britânico 'Guardian' na manhã desta quinta (Foto: Reprodução)
Reportagem do britânico ‘Guardian’ na manhã
desta quinta (Foto: Reprodução)

O tiroteio que matou 11 pessoas em uma escola no Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira (7) foi notícia nos sites dos jornais internacionais.

O portal do britânico ‘Guardian’ colocou a notícia como manchete por volta das 11h, com o título ‘Tiroteio em escola no Rio deixa até 20 crianças mortas’. Segundo a reportagem, assinada pelo correspondente do jornal no Rio, uma testemunha disse ter visto de 15 a 20 crianças mortas na escola Tasso da Silveira.

Os argentinos ‘La Nación’ e ‘Clarín’ também deram o principal destaque de seu site para o incidente. No primeiro, o título começa com a chamada: ‘Terror no Rio’.

O espanhol ‘El País’ publicou a reportagem nesta manhã, informando que “Homem no Brasil mata 13 crianças, fere outros 22 e depois dá um tiro na cabeça”. A rede árabe ‘Al-Jazeera’ também noticiou o tiroteio.

Tiroteio
Segundo a polícia, o atirador está incluído no total de mortos. Ao todo, já são 22 pessoas feridas.

O atirador foi identificado pela polícia como Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos. Conhecido na escola por ser ex-aluno, ele teria entrado sob alegação de que iria fazer uma palestra. Segundo a polícia ele usou dois revólveres, que chegou a recarregar várias vezes.

Segundo a polícia, uma equipe da Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV) passava próximo ao local e foi à escola depois de ver crianças correndo pela rua.

“CHACINA NO RJ” Secretaria de Saúde confirma 11 mortos em ataque

  Reprodução/Tv RecordReprodução/Rede Record

Multidão se concentrou em frente a escola em Realengo
 
O secretário Estadual de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes, confirmou no final da manhã desta quinta-feira (7) 11 mortos no ataque à Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste, do Rio. Segundo ele, morreram nove meninas, um menino e o próprio atirador. Os estudantes tê entre 12 e 14 anos. Mais cedo, policiais militares e oficiais do Corpo de Bombeiros, informaram que 12 crianças haviam morrido. Segundo informações preliminares, cerca de 22 pessoas foram feridas, quatro delas estão em estado grave.

O atirador, que foi identificado como Wellington Menezes de Oliveira, de 24 anos, e que seria ex-aluno da escola, invadiu uma das salas de aula atirando. De acordo com Sérgio Côrtes, as crianças foram atingidas no tórax, abdômen e cabeça, áreas consideras vitais, o que indica que o atirador tinha intenção de matar.

– Eu não esperava na minha vida um momento como esse. Médicos que não estavam de plantão vieram e estão no centro cirúrgico.

Wellington teria tentado fugir, mas foi interceptado por policias que faziam uma operação na região. Ele estaria com duas armas e teria se suicidado após fazer os disparos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, cerca de 1.000 alunos estudam na escola, dos quais 400 no turno da manhã, do 4º ao 9º ano, com idades que variam entre 9 e 14 anos.

O morador Evaldo Machado, que estava na janela de casa, próximo à escola, contou como foi a situação.

– Eu estava tomando café na janela quando vi uma correria de várias crianças saindo da escola. Eu contei pelos menos 13 feridas. Elas foram retiradas em carros particulares.

Por volta das 9h30, centenas de pessoas estavam aglomeradas na porta da escola. Policias isolaram a área e várias ruas no entorno estão fechadas.

Dois helicópteros da Polícia Civil foram ao local para ajudar no resgate às vítimas.

O prefeito Eduardo Paes chegou à escola por volta das 10h. 

Segundo investigadores da Polícia Civil, o homem estava com colete à prova de balas, usava roupa preta e luva. Na carta deixada por ele, havia menções ao Islamismo e tinha referências às práticas terroristas.

Informações do R7

%d blogueiros gostam disto: