Arquivos do Blog

Sandra Annenberg se atrapalha ao falar da tragédia do Realengo! Veja o vídeoa

“CHACINA DO REALENGO” Foto mostra atirador morto em escola no Rio

Após atirar contra alunos da escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo (zona oeste do Rio), Wellington Menezes de Oliveira, 24, foi ferido em confronto com a PM e cometeu suicídio, segundo a polícia. Onze estudantes baleados por Oliveira também morreram.

O corpo do atirador, ex-aluno da escola, ficou em uma das escadas do prédio.

 

Wellington Menezes de Oliveira, 24, morre em escada da escola municipal no Rio

 

O crime ocorreu por volta das 8h30, e a ação foi rápida. Segundo a polícia, durou cerca de cinco minutos.

Inicialmente, a polícia informou que Oliveira entrou na escola dizendo que daria uma palestra. No entanto, mais tarde, o governador Sérgio Cabral (PMDB) disse que ele havia solicitado um histórico escolar.

O rapaz conversou com algumas pessoas, mas, depois, seguiu em direção às salas de aulas e atirou contra os estudantes. Um garoto, ferido, conseguiu fugir e acionou a polícia.

As causas do crime serão investigadas. O atirador deixou uma carta antes de cometer o crime. Nela, fala em “perdão de Deus” e diz que quer ser enterrado ao lado da mãe.

(Folha Online)

“MASSACRE NO REALENGO” Imagens do circuito interno de escola mostram ataque de atirador

Imagens do circuito interno de escola mostram ação de atirador (Reprodução/TV Globo)
 

Imagens do circuito interno da escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio, mostram o momento em que crianças fogem da sala de aula por causa do ataque do atirador Wellington Menezes de Oliveira, de 23 anos, que matou 11 crianças na manhã desta quinta-feira (8).

As imagens mostram o atirador recarregando a arma e as crianças desesperadas, correndo para escapar dos tiros.

Wellington é ex-aluno da escola onde foi o ataque. Seu corpo foi retirado por volta das 12h20, segundo os bombeiros. De acordo com polícia, Wellington não tinha antecedentes criminais.

Globo procura cinegrafista que deu furo de reportagem em “CHACINA DO REALENGO”

Globo procura cinegrafista que deu furo de reportagem em chacina

A chacina em uma escola do Rio de Janeiro continua sendo pauta principal dos principais veículos da imprensa brasileira nesta quinta-feira (07). A TV Globo está fazendo uma cobertura massiva do caso, com plantões a todo o momento na programação. Os novos estúdios da Globo Rio estão sendo usados das transmissões. 

Um cinegrafista, identificado como André, foi o primeiro a chegar no local e gravar tudo o que aconteceu do lado de fora da Escola Tasso da Silveira na hora da tragédia. Ele registrou imagens das crianças ensangüentadas, das mães desesperadas e da chegada da polícia.

O jornalista Fernando David, da TV Globo, já entrou em contato com o rapaz para tentar fazer uma entrevista. A ideia é fazer com que o homem faça a descrição detalhada dos momentos da tragédia em programas da emissora.

%d blogueiros gostam disto: