Fael: “Pegava mais mulher antes do que agora que sou milionário”

Em entrevista ao AUDIÊNCIA DE CANAL, vencedor do BBB 12 contou o que fez com o prêmio e como tem sido a vida após a agitação inicial que marca o fim do confinamento.

Vencedor da 12ª edição do BBB, Fael Cordeiro falou ao AUDIÊNCIA DE CANAL sobre a vida após a agitação inicial que sucedeu os primeiros dias fora do confinamento. O veterinário, que levou para a pequena cidade de Aral Moreira (MS) o prêmio de R$ 1,5 milhão, surpreendeu ao contar que a fama e a conta bancária recheada não o deixaram mais próximo das mulheres. “Pegava mais mulher antes do que agora que sou milionário”, comentou.

Quase dois meses depois após vencer o reality show, o ex-BBB revela ainda que não gastou nem um centavo do prêmio e que não se impressiona com propostas milionárias de investimentos. “Não me deixo levar pela idéia dos outros”, afirmou. Leia abaixo os melhores trechos da entrevista:

O prêmio

Não gastei um centavo do dinheiro que eu ganhei na casa do BBB, está tudo guardado. Com o que eu ganhei aqui fora, comprei umas roupas para andar mais arrumadinho e foi só isso, mas no montante do R$ 1,5 milhão nem mexi. Acho que não é o momento, vou pensar antes de investir em alguma coisa.

Investimento

Não me deixo levar pela idéia dos outros. Quando eu tinha pouco dinheiro e queria investir o que sobrava, já pensava muito, analisava bem, pesquisava, imagine agora que o montante é maior. Eu não sou bobo. Minha família está comigo, me ajudando, mas eu também estou prestando muita atenção. A pessoa pode vir e me oferecer um lucro de 200%, que se eu não tiver certeza, não conhecer o negócio, não invisto.

Vida nova

O que mais mudou depois do BBB foram meus horários, minha rotina. Eu acordava cedo, tinha hora para dormir. Hoje se eu vou fazer um evento, um rodeio, vem um monte de gente tirar foto, conversar. Eu era uma pessoa normal e continuo sendo, mas agora tenho que tomar alguns cuidados. Não posso mais sair sozinho por aí, não dá para ficar andando na rua de qualquer jeito, desarrumado.

Assédio feminino

O assédio feminino aumentou, mas é diferente. Agora são as fãs, as meninas me encontram na rua e querem tirar foto, mas isso é diferente do assédio normal de uma mulher que está a fim de mim. Pelo contrário, eu posso dizer que pegava mais mulher antes do que agora que sou milionário. Agora eu não tenho tempo, tudo está sempre muito corrido, tem muita gente olhando. Se eu falo com alguma menina normalmente é rápido, com um monte de gente por perto, observando. De repente pode até ter uma garota legal querendo ficar comigo e eu não percebo. Além disso, preciso ser muito cuidadoso. Tem aquele interesse do bem, em saber como eu realmente sou ou como funciona o programa, como é ter participado, mas também tem interesse em dinheiro, em fama. Eu presto atenção nisso.

Colegas de confinamento

Eu converso sempre com o Jonas e João Maurício, com eles eu falo sempre. Com os outros não, cada um seguiu mais o seu caminho, não tenho contato. Mas ninguém aqui fora me decepcionou, não. Eu acho que estaria decepcionado se eu estivesse esperando alguma coisa. Só que quando eu entrei lá, já vi o perfil de cada um, observei bem, e ninguém foi muito diferente do que eu já imaginava.

Beijos, msn: jessica_boquim@hotmail.com

Publicado em 22/05/2012, em Audiencia de Canal e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe a sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: