Julgamento do ator Paulo Rocha, acusado de agressão em Lisboa, é adiado

Respondendo a um processo por agressão física a um cantor, o ator português Paulo Rocha não terá que comparecer a Lisboa nesta quinta-feira para o julgamento final do caso. Segundo informou a assessoria de imprensa da Rede Globo, a data foi adiada. Paulo Rocha permanecerá normalmente no Rio para as gravações de “Fina estampa” e ainda não foi informado sobre a nova data do julgamento. A assessoria do ator informou que ele agiu em legítima defesa. Segundo o jornal Português Destak, o caso ocorreu em dezembro de 2007, quando o ator se envolveu em cenas de pancadaria na discoteca Karma, em Rio Maior. O jornal informou que, após um bate-boca, assistido pelos muitos famosos e anônimos presentes na festa, a situação escalou para o plano físico, com Paulo Rocha agredindo violentamente o cantor Gonzo. A vítima seria de imediato transportado para o hospital e submetido mesmo a uma reconstrução facial. “Ele foi provocado três vezes, levou três puxões no pescoço pelas costas e depois deu um safanão com o braço que acertou na cara do Gonzo”, contou então uma testemunha. A reportagem diz ainda que Paulo Rocha teria usado uma soqueira. E será por esse ato que o ator de 34 anos responde em tribunal. Rocha está sendo acusado do crime de ofensa à integridade física, incorrendo numa pena de até 3 anos de prisão. A vítima exige uma indemnização de 20 mil euros.

A briga envolvendo o ator Paulo Rocha e o cantor Gonzo, em 2007, em Portugal, teria sido motivada por ciúmes, segundo informou o jornal local Correia da Manhã. Segundo a publicação, Paulo Rocha terminou a sua relação com Sara Aleixo há cerca de dois meses e, desde então, tem tentado uma reconciliação com Dânia Neto, tal como fez na madrugada da confusão. Durante toda a noite de sábado, informa o jornal, o ator assediou Dânia Neto, mesmo quando esta foi para junto do namorado, na cabine de som. “Foi lá que toda a confusão começou. O Paulo insultou o Gonzo e passou o tempo todo a insinuar-se à Dânia”, informou uma testemunha ao jornal, sem se identificar. A publicação informou que, depois de terminar o seu trabalho como DJ, por volta das 5h, Gonzo abandonou a discoteca na companhia da namorada e foi nessa altura que Paulo Rocha partiu dos insultos para a agressão. “Apesar do Gonzo o ignorar, o Paulo começou aos murros com uma soqueira. Era sangue por todo o lado e o Gonzo ficou com a cara desfeita”, refere a mesma fonte. O DJ foi assistido em três hospitais e fez uma cirurgia plástica.

(Fonte: Retratos da Vida)

Publicado em 04/01/2012, em Audiencia de Canal. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe a sua opinião!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: